Objetivos

Objetivos do curso

a) Objetivo Geral

O curso de graduação em Enfermagem tem por objetivo formar o enfermeiro capaz de influenciar na construção de novos paradigmas de saúde, através de um corpo de conhecimentos próprios, sedimentados num pensar integral do cuidado humano, para atuar nas áreas de promoção da saúde, prevenção de doenças, no tratamento e reabilitação no processo saúde-doença do ser humano/família/comunidade, compromissado com continuo crescimento pessoal e social, na busca de uma melhor qualidade de vida.

 

b) Objetivos Específicos

São objetivos específicos do curso de bacharelado em Enfermagem da FacMais:

1. Desenvolver habilidades cognitivas e psicomotoras, a fim de gerenciar os serviços e ações de enfermagem; 

2. Aplicar o método científico no processo de gerenciar o cuidar em enfermagem do ser humano/família/comunidade; 

3. Promover a saúde, prevenir a doença, tratar e reabilitar o ser humano/família/ comunidade, desde a concepção até a morte, desenvolvendo a concepção do processo saúde-doença; 

4. Garantir um perfil profissional que contemple a detenção de conhecimentos, habilidades e atitudes de modo a atender o perfil epidemiológico da região, compreendendo a realidade de saúde da população, suas condições de vida e os determinantes sociais do processo saúde-doença;

5. Desenvolver a consciência analítico-reflexivo-critico, fundamentada na relação dialética entre a teoria e a pratica do profissional; 

6. Estimular o questionamento, a curiosidade e a busca de novos paradigmas, desenvolvendo a investigação cientifica no campo de atuação da enfermagem; 

7. Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes técnico-pedagógicas essenciais para o exercício de atividades de educação em saúde; 

8. Aprimorar o cultivo pessoal e desenvolver o perfil profissional, considerando como princípio básico o respeito pelo ser humano, na sua dimensão holística; 

9. Despertar e envolver a sensibilidade, a ética, a moral, a competência e o compromisso para as questões humanas nos vários segmentos da sociedade no processo de cuidar em enfermagem; 

10.Fortalecer os programas voltados à de Saúde Coletiva, como o Programa de Saúde da Família e o próprio SUS, como modelo epidemiológico clínico, centrado no trabalho de equipe interdisciplinar, discutindo e/ou aprofundando o papel da enfermagem no mesmo;

11.Permitir o domínio dos métodos clínicos e epidemiológicos na abordagem dos problemas individuais e coletivos de saúde;

12.Estimular a educação continuada e propiciar a formação pedagógica com vistas a possibilidade de docência em áreas de ensino e saúde.

ASSINE A NEWSLETTER

Mantenha-se atualizado sobre as últimas noticias:

Conecte em nossas redes sociais

Twitter